Artur Gomes & Gumes - Meu coração Marçal Tupã Sangra Tupy & Rock And Roll


07/04/2006


Escrito por artur gomes às 21h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

Meta Linguagem

 

minha língua é minha arma

com ela roço  no vento

e invento a palavra fala

falo pira pirão piracicaba

viajo a estrada das letras

falo pindamonhangaba

fulinaíma é bala que você não chupa

fala que você não fala

nos seios minha língua mátria

sem pai nem mãe nem pátria

quando roço a língua na boca

a fala é minha armadilha

clarice não viu joão pessoa

pernambuco paraíba santarém

se a  fala é minha  armadilha

a armadilha é minha fala também

 

Artur Gomes

http://carnavalha.zip.net

http://naimanico.sites.uol.com.br

http://eugeniomallarme.zip.net

 

Escrito por artur gomes às 07h15
[ ] [ envie esta mensagem ]

Amores Republicanos

 

o empresário amava

o  nosso erário

que amava o proletário

que amava o operário

que amava o empresário

que amava a cafetina

que não amava ninguém

longas atas nas assembléias

às sombras do planalto

o secretário escreve

o tesoureiro assina

o fantasma dá as ordens

o presidente dorme

os senadores dormem

os deputados dormem

e os banqueiros rapam tudo

 

Federico Baudelaire

Retalhos Imortais do SerAfim –

Luís Inácio da Silva Nada Sabia de Mim

poemas gráfico.visuais veja nos blogs

http://sagaranagens.zip.net

http://carnavalha.zip.net

http://tropicanalice.zip.net

 

 

Escrito por artur gomes às 06h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

06/04/2006


Escrito por artur gomes às 15h38
[ ] [ envie esta mensagem ]

Foto.Grafia Urbana

 

entre a lâmina e o perfume

as garras do tigre nos teus dentes
entre a língua do lagarto

e o olho das serpentes

entre o amor e o ciúme

 à flor da pele

no tecido que  seduz

ou na foto que revele.

 

Artur gomes

www.fulinaima.com.br

 

Escrito por artur gomes às 15h38
[ ] [ envie esta mensagem ]

05/04/2006


Escrito por artur gomes às 17h10
[ ] [ envie esta mensagem ]

Retalhos Imortais do SerAfim

 

atiro contra o tédio infame
pedaços do meu corpo em prumo
poemas refazendo em transe
retalhos de um tecido em partes
seguindo por segundo a trilha
na etérea construção da arte

 

Artur Gomes

http://carnavalha.zip.net

http://arturgomes.zip.net

http://fulinaimagomes.zip.net

 

Escrito por artur gomes às 16h58
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Histórico

Outros Sites

Visitante Número