Artur Gomes & Gumes - Meu coração Marçal Tupã Sangra Tupy & Rock And Roll


25/01/2007


o menino cumeu - desenho lápis de cor - césar castro

Escrito por artur gomes às 10h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

 
todo pasto que me der eu como
carne corpo flama
também se não me deres
mesmo assim eu quero
como uma ave nos pampas
quero quero quero quero
mergulhada em minha cama
aberto em ti todos os poros
e os outros sentidos do corpo
campos afora mar além
se não fores como florbela
não serás como ninguém
 
 

Escrito por artur gomes às 10h44
[ ] [ envie esta mensagem ]

24/01/2007


o menino cumeu - desenhos lápis de cor - césar castro

Escrito por artur gomes às 09h33
[ ] [ envie esta mensagem ]

guri africo(fá)gico

 

meu menino roeu a roupa que não tinha

sem ter mais saliva entre os dentes

mastigou os própios dentes

e cumeu a própria carne

até os órgãos genitais

sem poupar nenhuma víscera

bebeu teu próprio sangue

não deixou  fígado nem ossos

para contar qualquer história

 

artur gomes

http://arturgumes.zip.net

http://jurassecretas.zip.net

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por artur gomes às 09h32
[ ] [ envie esta mensagem ]

o menino cumeu - desenho lápis de cor -  césar castro

Escrito por artur gomes às 09h24
[ ] [ envie esta mensagem ]

anjo em transe 3

débora é Évora pela arte inteira
flor que entrou na carne
não por pura brincadeira
mesmo se esvai é quando fica

em todo o corpo o que é dela
teus portugais em mim significa
o quanto  canta ou quando cala
e aos meus olhos revela
tua linguagem  em minha fala

não quero nada  que não queiras
se não quiser palavra inteira
te canto de outra maneira
mesmo mudo surdo cego
quero tudo de ti: não nego
como a cor da tua pele
que em minha pele passeia
e o fluxo do teu sangue
circulando em minha veia

artur gomes
http://jurassecretas.zip.net
http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

Escrito por artur gomes às 09h19
[ ] [ envie esta mensagem ]

23/01/2007


o menino cumeu - desenho lápis de cor - césar castro

Escrito por artur gomes às 09h30
[ ] [ envie esta mensagem ]

22/01/2007


 

anjo em transe 1

fosse o que apenas já foi dito
escrito falado pensado
não fosse tudo o que já foi maldito
e nada do que nunca foi sagrado

falo em tua boca enquanto
um anjo em transe
me ilumina tanto
que mesmo mudo
em tua língua canto

como um diabo
que subindo aos céus
tentou muito mais de uma vez
quem sabe gregório
ou quem sabe castro
descendo aos infernos
como sempre fez

talvez camões no corpo de um astro
me lance a chama
in pornoGráfica lucidez

artur gomes
http://jurassecretas.zip.net
http://arturgumes.zip.net
http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

Escrito por artur gomes às 16h40
[ ] [ envie esta mensagem ]

o menino comeu - desenho lápis de cor - césar castro

Escrito por artur gomes às 09h20
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Histórico

Outros Sites

Visitante Número