Artur Gomes & Gumes - Meu coração Marçal Tupã Sangra Tupy & Rock And Roll


12/02/2007


praia de ipanema - rio guaíba - porto alegre-rs

terceiro ato

 

ana quando a vida  não for sacana

a gente engendra a sagarana

inventa  a sagaranagem

não te preocupes luisa

com o elo da nossa engrenagem

com a direção do vento norte

ou se vem do sul esta brisa

embaixo da tua camisa

palpitam dois lindo seios

e as minhas mãos alcançam em cheio

nas cenas que já escrevi

com os sonhos que prometeu

mas que agora não são mais teus

eles ficaram por aqui

 

artur gomes

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 

Escrito por artur gomes às 14h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

11/02/2007


Na ilha por vezes habitada do que somos, há noites, manhãs e madrugadas em que não precisamos morrer. Então sabemos tudo do que foi e será. O mundo aparece explicado definitivamente e entra em nós uma grande serenidade, e dizem-se as palavras que a significam. Levantamos um punhado de terra e apertamo-la nas mãos. Com doçura.

Aí se contém toda a verdade suportável: o contorno, a vontade e os limites. Podemos então dizer que somos livres, com a paz e o sorriso de quem se reconhece e viajou à roda do mundo infatigável, porque mordeu a alma até aos ossos dela. Libertemos devagar a terra onde acontecem milagres como a água, a pedra e a raiz. Cada um de nós é por enquanto a vida. Isso nos baste.

 

Saramago

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

 


.

Escrito por artur gomes às 16h55
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Histórico

Outros Sites

Visitante Número