Artur Gomes & Gumes - Meu coração Marçal Tupã Sangra Tupy & Rock And Roll


18/05/2007


A Cor do Som

 

chove. e ontem ouvi Joe Cocker gritar socorro

ao pequeno amigo de frente. será tempo perdido?

passei 25 anos escrevendo 25 mil cartas sem repostas

25 mil poemas escondidos nas gavetas

e outros tantos espalhados nas estantes

um dia eu disse: tudo vai mudar. parou de chover

mas continuei ouvindo Joe Cocker e seus agudos

lamentos que embalaram minha adolescência

juventude perdida nos quartéis da independência

cheirei o sumo da terra o limo dos muros

e acordei intacto ainda agora onde a palavra ainda

alcança grito para o outro lado das cercas

dos quintais onde o arame não impede que a voz

chegue onde quer que eu queira ela

 

Artur Gomes

http://almadepoeta.com/fulinaima.htm

http://almadepoeta.com/arturgomesmusicaepoesia.htm

 

 

Escrito por artur gomes às 07h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

17/05/2007


Escrito por artur gomes às 14h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h54
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h53
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h52
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h52
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h52
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h51
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

Escrito por artur gomes às 14h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

13/05/2007


Escrito por artur gomes às 20h42
[ ] [ envie esta mensagem ]

cardio.grafia

 

que esta palavra bendita

não seja dor

quando mal dita

 

como espinha quando aflora

ou espora

enquanto irrita

 

minha cardio.grafia

em suma

não é pena nem pluma

perfumada quando escrita

apenas palavra que resuma

o silêncio como agora

ou sonora quando grita

 

Artur Gomes

http://almadepoeta.com/arturgomesmusicaepoesia.htm

 

Escrito por artur gomes às 10h50
[ ] [ envie esta mensagem ]

Madrugada com fome
De vinho de Baudelaire
E poemas de Artur Gomes

Michèle Sato

Baladas blues poesia: entre e ouça

http://almadepoeta.com/arturgomesmusicaepoeisia.htm

 

Escrito por artur gomes às 10h40
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Histórico

Outros Sites

Visitante Número