Artur Gomes & Gumes - Meu coração Marçal Tupã Sangra Tupy & Rock And Roll


22/08/2007


Lets Play That

 

Quando eu nasci

um anjo muito louco

veio ler a minha mão

não era um anjo barroco

era um anjo muito louco torto

com asas de avião

eis que esse anjo me disse

apertando a minha mão

com um sorriso entre dentes

vai bicho desafinar

o coro dos contentes

vai bicho desafinar

o coro dos contentes

lets play that

 

Torquato Neto

http://youtube.com/fulinaima

http://videolog.uol.com.br/arturgomes

 

Escrito por artur gomes às 14h48
[ ] [ envie esta mensagem ]

Andar Andei

 

Não é o meu país

é uma sombra eu pende

conreta

o meu nariz

em linha reta

não é minha cidade

é um sistema que invento

me transforma

e que acrescento

à minha idade

nem é o nosso amor

é a memória  que suja

a história

que enferruja

o que passou

 

não é você

nem sou mais eu

adeus meu bem

(adeus adeus)

você mudou

mudei também

adeus amor

adeus e vem

 

Torquato Neto

http://youtube.com/fulinaima

http://videolog.uol.com.br/arturgomes

 

Escrito por artur gomes às 14h45
[ ] [ envie esta mensagem ]

Literato Cantabile

 

Agora não se fala nada

agora não se fala mais

toda palavra guarda uma cilada

e tudo é transparente em cada forma

 

você não tem que me dizer

o número do mundo deste mundo

não tem que me mostrar

a outra face

face ao fim de tudo

 

só tem que me dizer

o nome da república do fundo

o sim do fim

do fim de tudo

o tem do tempo vindo

 

Torquato Neto

http://youtube.com/fulinaima

http://videolog.uol.com.br/arturgomes

 

 

 

Escrito por artur gomes às 14h43
[ ] [ envie esta mensagem ]

Todo Dia é Dia D

 

Desde que eu saí de casa

trouxe a viagem de volta

gravada na minha mão

enterrada no meu umbigo

dentro fora assim comigo

minha própria condução

todo dia é dia dela

pode ser pode não ser

abro a porta e a janela

todo dia é dia D

 

há urubus no telhado

a carne seca é servida

um escorpião encravado

na sua própria ferida

não escapa só escapo

pela porta de saída

todo dia é o mesmo dia

de amarte a morte morrer

todo dia  menos dia

mais dia é dia D

 

Torquato Neto

http://youtube.com/fulinaima

http://videolog.uol.com.br/arturgomes

 

 

Escrito por artur gomes às 14h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

21/08/2007


 

Enfim!

Após dias de ensaios, suor, composição corporal e musical, caem as Folhas de Outono sobre nós. E dos dias 23 a 26(quinta a sábado 21h, domingo 20h) de agosto, estaremos no Teatro Goldoni, e gostaria de convidar você a celebrar comigo, Miquéias Paz e elenco um canto de esperança. E se ao dizer de Zeca Baleiro: “é mais fácil cultivar os mortos que os vivos”, que saibamos seguir por outros rumos... Celebrando a Vida!

 

Uma cuia de beijos

Lília Diniz

 

Dois homens...

Um decide esperar a doce senhora frieza da morte, que ele sabe, não tardará.

O outro se agarra à possibilidade de viver em liberdade plena o tempo que há do outro lado da janela.

O primeiro escolheu o recolhimento dentro de si, esquecendo o menino que teima brincar de esconde-esconde dentro dos seus olhos.

O segundo quer libertar-se para reencontrar os meninos correndo nas ruas, e correr com eles.

Um sabe que já aprendeu, ensinou, amou e viveu o que a vida lhe ofereceu na bandeja do tempo.

O outro busca catar as migalhas dos dias como se fosse o prato principal da vida.

Um é pássaro engaiolado em si mesmo.

O outro é pássaro livre com as asas cortadas.

O primeiro guarda sonhos.

O segundo também!

Escrito por artur gomes às 11h00
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Histórico

Outros Sites

Visitante Número